VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Prêmios a Escolha do Editor 2015: Um Agradecimento do Editor e Escritor Miguel Matosa

por: Miguel Matos

Os dias avançam na correria de todos os dias e quando damos por isso já estamos outra vez quase no Natal. Aqui em Portugal, de onde vos escrevo, o frio começa a instalar-se num Inverno que não é longo mas chato. Eu que adoro praia, chego a Fevereiro e já estou desesperando pelos dias de sol, mas o frio é ótimo para finalmente usarmos os nossos perfumões pesados, quentes como um manto. Obsession, Tabu, Poison, Rumba! Agora é o tempo deles. Para os nossos amigos brasileiros a primavera chama. Para um português é sempre estranho esta diferença e nunca sabemos ao certo o que significa ter calor na passagem do ano. Eu que apenas visitei o Brasil uma vez, passei frio quando em Lisboa era verão. Estas diferenças são, entre outras coisas, aquilo que nos torna interessantes. Um dia gostava de passar o Natal no Rio de Janeiro.
Por vezes o editor do Fragrantica.com.br está muito ocupado traduzindo notícias e eu gostava de poder interagir mais com nossos leitores, mas fiquem sabendo que sempre guardo algum tempo para ler vossas resenhas e colocar uns balões em minhas preferidas. Nosso espaço perfumístico não vive sem vocês caros leitores e também eu já fiz aqui algumas amizades e até trocas de perfumes antes de nossa alfândega virar louca. Sei de cabeça alguns nomes de “fragranticos” que enriquecem todos os dias nosso vício de perfumes. Gostaria de agradecer a esses e a todos em geral o carinho que têm pelo Fragrantica. Nesta época de festividades, em que o espírito da amizade impera, queremos também salientar o contributo de tantos leitores que diariamente enriquecem este espaço e que nos fazem sonhar com a fragrância de nossos sonhos, para logo a seguir correr para comprar uma outra e depois no outro dia ficar a pensar em outra... E aproveitando o espírito da época, decidimos premiar algumas de nossas resenhas favoritas. Nas próximas semanas, como já tínhamos anunciado antes, vamos oferecer alguns pequenos presentes como agradecimento a vossa lealdadade e espírito criativo. Assim eu escolhi algumas de minhas resenhas favoritas. São escolhas pessoais e apresento aqui três. Mas há muitas mais resenhas maravilhosas e todos os membros são igualmente importantes.
Assim, não poderia deixar de salientar a resenha escrita pelo membro heroare, a respeito do perfume Rumba, de Balenciaga, um de meus perfumes favoritos também.
                                            

heroare:
“Que perfume incrível, o mais latino de todos os cheiros que já senti, é quente, exagerado, sexy, caliente, tem cheiro de um salão de dança lá pelas 22h da noite, todos dançam musicas latinas, o cheiro que sobe é do suor dos convidados, misturando o perfume das mulheres e homens do local, notas de couro bem presentes, um mel envelhecido a muito tempo em garrafas de plástico, já açucarado a um bom tempo, se mesclam com o cheiro que sobe da mesa repleta de ameixas, pêssegos e framboesas, mesa esta adornada com diversos buques de flores, já murchas devido ao tempo que decorre a festa. 
Rumba é mais que um perfume é um estado de espírito, seu cheiro faz com que passe um filme pela cabeça de qualquer pessoa, acredito que foi um bom perfume, mas não funcionaria de forma alguma nos dias de hoje, uma pena.”

Obrigado, heroare! Se eu não tivesse já dois frascos, eu estaria já vendo todos os sites para comprar. Que resenha inspirada. Muitos parabéns, caro heroare. Para você eu tenho um presente vindo de uma das melhores marcas italianas de perfumes de nicho: Tiziana Terenzi. Uma caixa de descoberta com um conjunto de dez amostras de todos os perfumes da linha. Espero que goste!
TatiORodrigues é uma leitora muito querida e escreve maravilhosas resenhas. Tenho me habituado a seguir suas opiniões e sei que muitos leitores fazem o mesmo. Queria aqui destacar uma resenha que ela escreveu sobre um perfume que eu nunca cheirei, mas por causa dela estou correndo para comprar às cegas. O perfume éAzzaro Now Women e ela escreveu o seguinte:
TatiORodrigues:
“Esse perfume é surpreendente. Uma dessas composições comerciais que não tem nada de comercial. Perfume muito exótico! Muito interessante, poderia, ao meu entender, ser classificado como um nicho, pela originalidade. Esqueçam os aldeídos que vcs conhecem normalmente. A saída é bem diferente e exótica, nada encantadora, devo dizer.  
Uma mistura floral cítrica e salgada, bem diferentona. Sinto um maracujá cítrico, verde, com o chá e jasmim, porém rapidamente o pau-brasil aparece o que confere mais excentricidade à saída. A bergamota aparece muito, com um aspecto casca, bem adstringente.
O Coração, continua exótico. Em mim o pau-brasil fica muito evidente para a minha percepção, com um fundo floral com algo acre e salgado ao mesmo tempo. Tudo isso, envolto ao almíscar que aqui é do tipo animálico. Interessante que o aldeído aqui dá um aspecto efervescente, espumoso, borbulhante...difícil de explicar, realmente muito diferente.
É um perfume clean, do tipo modernoso, descolado! Muito diferente, precisa de personalidade para usar, não por ser forte, bomba...aqui o que vale é o exotismo. A difusão é um aroma amadeirado, salgado, "palhoso" (de palha. Sim, sinto cheiro de palha, de mato seco! rs) ácido. Interessantíssimo para mim, me cativou por ser tão incomum. Diria que é uma fragrância única! De alguma maneira me lembrou de longe, muito de longe ao meu amado Amazone Hermès (o vintage). O chá continua aparecendo e percebo que está com o tiaré e também esqueçam o tiaré que normalmente aparece em perfumes por aí.
                                         
Não é um perfume muito linear mas também não é tão complexo. Horas está mais amadeirado, horas mais 'verde'! É um perfume que possui uma textura seca.
Totalmente unissex para mim! Homens se joguem, pois ficará muito bom em vcs. E mulheres...acho que não agradará a grande maioria. Não foi à toa sua descontinuação.
Fixação e projeção moderada. O perfume possui corpo mas não é nada pesado, te deixa com uma aura amadeirada exótica e intrigante!
Eu adorei! É um perfume exótico mas usável, confortável, intelectual, intrigante...Não aconselho um blind a não ser que vc seja como eu: goste de perfumes outsiders comerciais. :)”
Parabéns TatiORodrigues, quero lhe oferecer um conjunto de amostras da marca francesa de nicho Dorin, com quatro generosos vidrinhos cheios de perfumes que me fazem sonhar.
Finalmente, outra resenha que me preencheu foi a de Thiago Fonseca, a respeito deDiesel Plus Plus Feminine. Outro perfume que tenho de descobrir por sua causa, Thiago. Obrigado!

 












  

Thiago Fonseca:
“O leite mais cheiroso do mundo! Que delícia! Fiquei impressionado com a quantidade de notas que o compõe...Bem como a Giseleuchoa disse: é um perfume complexo e de difícil percepção de notas. Tive que ter paciência para tentar desmontá-lo e identificar nota por nota, não obtive muito sucesso, basicamente o sinto assim:
Pega um copo de leite morno, rale um coco fresco, salpique a noz moscada, junte umas gotas de baunilha, coloca um pouco de frutas cítricas (em especial o abacaxi) e misture tudo: temos o Diesel Plus Plus Feminine!
Achei ele por um preço irresistível...comprei na hora! Depois de conhecer uma certa quantidade de aromas, nem tudo que eu sinto hoje surge como novidade...com o Plus Plus, o adjetivo único foi o primeiro que eu disse! Realmente, eu não conheço outro perfume com este cheiro...apenas a nota de coco me fez lembrar vagamente o coco do Crystal Noir Versace assim como a noz moscada me lembrou o Shiraz de Natura, entretanto estas notas no Diesel são trabalhadas de maneira bem distinta!
O leite, a principal nota, é cremoso, morno e levemente adocicado, cheiro de pudim de leite assando, ou melhor, sabe quando você vai a uma cafeteria e pede um belo capuccino, aí a atendente faz com o vapor um "aerado" do leite e sobe aquele cheiro cremoso? É exatamente isso que sinto...a noz moscada dá um toque especiado mas nada picante, sinto a mesma sensação da canela quando salpico em um pote de arroz doce, por exemplo....
O coco é leve e amanteigado...cheiro de coco ralado in natura...sinto cheiro bem de leve de creme de sonho de padaria por conta da baunilha e a saída é cítrica por conta do abacaxi mas passa rápido...
Poderia durar mais, fixação de 6 horas mais ou menos e a projeção é muito boa...vale muitíssimo a pena! Ah tb acho super compartilhável...”

Para o Thiago eu tenho uma caixa de descoberta de outra marca italiana, V Canto, com dez amostras. Espero que goste desta casa que foi lançada recentemente com produtos de alta qualidade e inspiração no escritor Dante. Obrigado Thiago por escrever sempre resenhas úteis e inspiradas!
Estas são três de minhas resenhas favoritas, mas elas são muitas e até ao fim do ano vou poder presentear mais algumas. No fundo, este é o nosso gesto de agradecimento a todos vós, queridos leitores. Boas festas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE O QUE VOCÊ ACHOU DA NOSSA MATÉRIA!