VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

FRAGRÂNCIAS QUE FIZERAM HISTÓRIA NO BRASIL

Existem fragrâncias que, apesar de não  entrarem entre as mais populares, sensacionais , mágicas e até ditas "míticas" já fizeram ou fazem parte da Cultura Brasileira. Isso Acontece com nacionais que eram oferecidos em épocas que a importação consistia em uma verdadeira "maratona" e se estende por vários perfumes importados que foram incorporados ao cotidiano de nosso país por fatores como: Preço, Local de fabricação e até mesmo a junção da " importação ilegal com o preço acessível" (vulgo contrabando). Independente disso, entre as décadas de 60 e 90 algumas composições foram incorporadas aos costumes Latinos e tornaram-se "febre". A abertura das importações  e a criação do Real colocou no mercado uma variedade de fragrâncias que chegaram a um público que não conseguia ADQUIRIR importados. Talvez essa abertura repentina para a América Latina seja uma das responsáveis pela "vulgarização" ou a banalização das fragrâncias atuais, que seguem um regime de "cópias dos mais vendidos " ou  "Flankers infinitos com o mesmo DNA".
A criatividade comercial das grandes casas tornou-se popularista e , por mais que se tente contornar a situação com justificativas que chegam ao plausível, o que importa aqui é vender, vender e vender. A verdade é que as grandes criações, com características próprias e fruto de pesquisas e trabalho árduo dos grandes perfumistas estão  atingindo valores estratosféricos, de forma que, ou  você paga "caro"  por algo que não seja "mais do mesmo" ou terá que se contentar com as repetições comerciais que, quase chegam ao limite da  "falta de criatividade absoluta". 
Revisitar sucessos das grandes épocas da perfumaria de "criação" está se tornando um hábito. O Vintage e a Old School estão tornando possível aos meros mortais, conhecer o que é um bom perfume e descobrir que , o ato de criar uma composição é , antes de tudo, um trabalho artesanal movido a amor e criatividade. Em detrimento às reformulações desrespeitosas que são realizadas pelas grandes Grifes, sem consideração nenhuma ao consumidor "amante dos perfumes". O E.S.P separou para vocês alguns sucessos que ficaram esquecidos no fundo do baú, mas que fizeram a história dos amantes dos perfumes. Vamos lá!?  

1) Gelatti Perfumes 

Resultado de imagem para gelatti perfumesUma das mais populares "coleções de fragrâncias" da década de 70 eram versões produzidas na Argentina, de grandes criações da época reinterpretados na forma de colonias. Facilmente adquiridas dada a proximidade geográfica e o comercio local, as colônias Gelatti eram as rainhas de penteadeira das Classes B e C no Brasil da Hiperinflação.Dividindo espaço com os grandes sucesso da nossa outra empresa que dominou o comercio local.A AVON.



2) Avon perfumes Brasil

No Brasil, o trabalho de venda direta da AVON teve início em 1958 e prosseguiu dia 6 de agosto de 1959, com a inauguração de uma subsidiária, no bairro de Santo Amaro, na cidade de São Paulo. O batom na cor Clear Red, da linha Fashion, foi a primeira produção nacional. Enquanto a fragrância Rosa Silvestre (Wild Rose) foi o primeiro grande sucesso comercial da marca no país. 


To a Wild Rose ou simplesmente  Wild Rose era vendido em um frasco plastico branco de tampa rosa. A fragrância, um floral verde amadeirado, com predomínio de rosas. Remetia a romantismo, feminilidade e valores familiares. Aproveitando o gancho histórico dos  75 anos da fragrância a Jette Joop lançou em 2014 Jette Summer Love , uma espécie de cover moderno do Clássico da Avon. 
To a Wild Rose Avon Feminino
Resultado de imagem para wild rose avon


Em seguida, vieram as fragrâncias Bem Me Quer, Toque de Amor, Topaze, Persian Wood e Noite de Estrelas.


 3)  Phebo e  a Seiva de Alfazema


A Phebo , criada em 1930 pelos primos portugueses Antonio e Mario Santiago em Belém, com a visão de criar uma de perfumaria de altíssima qualidade, com fragrâncias marcantes e originais. 

Em 1943 lançou uma das mais icônicas fragrâncias do país " Seiva de Alfazema" 
Resultado de imagem para seiva de alfazema 1946
Na década de 80 a Alfazema Suíssa era uma das fragrâncias mais vendidas do Pais
Resultado de imagem para alfazema suissa frasco original
4) Cashmere Bouquet e Marcel Rochas
Em 1946, a Colgate criava a linha Cashmere Bouquet. A Niasi, que antes importava os produtos da França, começou a sua própria fabricação em 1953, com o perfume Marcel Rochas. Daí em diante, a produção nacional explodiu.
Resultado de imagem para Cashmere Bouquet
Resultado de imagem para Cashmere Bouquet 1980 perfume

Ao introduzir a sua linha de perfumes Marcel Rochas no Brasil. A Niasi ganha espaço como gigante seguimento de fragrâncias de Luxo produzidas ou envasadas no Pais 
Resultado de imagem para perfume Marcel Rochas perfume

Resultado de imagem para perfume Marcel Rochas perfume


5) A dana e o Tabu
A Payot, inaugurada em 1950, lançou a sua linha de tratamento de pele. A Dana do Brasil aproveitou o momento para criar o perfume Tabu, em 1956. Trazer uma criação de  Jean Carles , um mito entre os perfumistas, criador de Miss Dior e Ma Griffe, foi um feito extraordinário e um avanço a perfumaria do País, já que o perfume "Tabu" já estava em circulação desde 1932 e era um privilégio dos que podiam busca-lo na Europa ou nos Estados Unidos.


as inspirações da  fragrancia foram descritas em um artigo do Fragrantica:
Ainda mais interessante é o fato de Tabu ser sido sempre comunicado usando um quadro que referencia o texto mais controverso de Tolstoy, uma estória de amor, infidelidade e crime. Veja a imagem abaixo e oiça a Sonata Kreutzer de Tolstoy (inspirada em Beethoven) e entenderá os frascos em forma de violino. A personagem principal da história encontra sua mulher abraçada a um violinista com quem ela estava tendo um caso e esfaqueia-a até à morte. Delicioso. Daí o nome Tabu, a fragrância de um caso proibido


6) A Natura e os Perfumes que não iriam dar certo

A Natura foi criada em 1969 para concorrer com a Avon na disputa de Porta em Porta. A empresa, que foi desacreditada durante os seus primeiros anos, destacou-se ao criar a primeira linha brasileira de produtos de higiene para homens em 1979. Em 1981,  o lançamento de Sr. N consagrou a empresa entre as mais inovadoras da época e mostrou que ela viria para ficar, ao contrário do que a critica afirmava.
 Resultado de imagem para embalagem tradicional do desodorante sr.N em  1981

Resultado de imagem para embalagem tradicional do desodorante sr.N em  1981
A empresa ainda emplacou as colonias eau de l'arc  -  Orvaille, Ramage e Musk de Natura.


Resultado de imagem para ramagem da natura
Resultado de imagem para eau de l'arc natura
Resultado de imagem para ramagem da natura

Também dominou o mercado com sua linha de Óleo Sève e  de erva doce
Resultado de imagem para Óleo Sève embalagem 1983


Resultado de imagem para sabonete erva doce embalagem 1984

Tarot, Horus de Natura , SHIRAZ e Essencial Masculino foram campeões de venda durante muitos anos  no Pais.

Resultado de imagem para TAROT NATURA
Horus Natura Masculino

Shiraz Natura Feminino
Comentário inoportuno I:
No ciclo 14/2009 (outubro) a versão reformulada foi colocada a disposição por tempo limitado. Como não sou fã da fragrancia não tenho conhecimento sobre a continuidade do perfume. É um oriental muito quente e intenso que não casa muito bem com os trópicos. Os excessos que as mulheres cometiam no uso dessa fragrância me deixaram traumatizado. O aroma intoxicava os ambientes e era tão comum entre as mulheres que chegava ao ponto de rebaixar uma composição rica e sensual a o status de : " vulgar" . Felizmente, após ser descontinuado, a evolução da perfumaria feminina fez com que as mulheres repensassem os momentos para o uso desse chipre marcante especiado e intenso. Hoje, Shiraz tem um lugar garantido aos clássicos ao lado de fragrâncias igualmente agressivas lançadas na mesma época . cito:
Touch de Fred Hayman, Soie Rouge de Avon, Le Parfum de Sonia Rykiel, Diamonds and Emeralds de Elizabeth Taylor , e La Prairie de La Prairie.


Comentário Inoportuno II:

A Natura foi "crucificada" pelos seus consumidores quando começou os ciclos de descontinuação de perfumes. Sobre isso o Blog consultoria Natura fez um editorial voltado às revendedoras. Nele eles tentam justificar as constantes descontinuações e pedem para que as consultoras aprendam a indicar outros produtos. Veja o editorial de 2008:
"Sabe aquele perfume que você gostava tanto, que era o seu cheiro, fazia parte da sua identidade, e que de repente foi descontinuado e te deixou com aquele sentimento de abandono? Calma… já aconteceu com todo mundo, inclusive comigo. Gosto do pensamento de que ninguém é insubstituível e, aplicando o mesmo raciocínio, digo que nada é insubstituível também. Eu acabei por achar um outro cheiro que fosse “meu cheiro” também, e toda hora me surpreendo com novas descobertas…
Muitas CNs usaram o blogConsultoria para manifestar sua paixão pelos perfumes  que foram descontinuados. Para atender os inúmeros comentários, fui procurar a Natura para responder sobre  dois perfumes que estão deixando saudades, e descobri que eles têm recebido muitos emails e ligações pedindo o relançamento de grandes sucessos da Perfumaria Natura e que, como sempre, estão avaliando com carinho todas as solicitações. Quem sabe não teremos boas notícias em breve?
Fato é que nenhuma empresa descontinua produtos campeões de vendas. Se o produto foi descontinuado, um dos principais motivos é a falta de aceitação.

De fato, a natura retirou de linha uma quantidade exorbitante de fragrâncias em tempo record, algumas não chegaram a completar os seis ciclos básicos de um lançamento. Se o problema aqui é a aceitação, a empresa precisa rever seus conceitos, pois vai bater as marcas de O Boticário em termos de produtos descontinuados sem justificativa plausível. Vamos listar os principais perfumes que foram retirados dos catálogos em tempo " the flash" 
Due de Natura 
Due Natura Masculino
Gen de Natura 
Gen Natura Masculino
Biografia Campos ao Sul de Natura 
Biografia Campos ao Sul Natura Masculino
Amor América Palo Santo de Natura 
Amor América Palo Santo Natura Compartilhável
Amor América Paramela de Natura 
Amor América Paramela Natura Compartilhável

A colonia do pós guerra:
Os aromas verdes que fizeram sucesso no fim da Segunda Guerra Mundial foram substituídos por fragrâncias de musgos e flores; na década de 60, a cor da embalagem do perfume Rastro – rosa-choque – encantou as mulheres
Resultado de imagem para perfume rastro antigo
Resultado de imagem para perfume rastro antigo

O BOTICÁRIO  E SUA MANIA DE DEIXAR SAUDADES
Fundada em 1977, a empresa se destacou no inicio dos anos 80 ao criar cópias de fragrâncias famosas e coloca-las a disposição nos seus famosos vidros ânfora, que foram fruto do acaso. Reza a lenda que o fundador da empresa adquiriu os frascos a preços super baixos, após uma grande empresa desistir de coloca-los a venda entendendo que " o frasco não condizia com o perfume que iriam lançar". As fragrâncias então ganharam um frasco inusitado e totalmente diferente, que atraia a atenção dos clientes que passavam por um aeroporto aonde a loja modelo da empresa. Os perfumes passaram a se tornar mimos de viagem e ganharam espaço no Brasil. No final dos anos 90 a empresa , que havia adotado o sistema de franquias, já tinha mais de 800 lojas por todo Brasil.
Eis algumas fragrâncias da Empresa que deixaram saudade:
Annete de O Boticario 
Annete O Boticario Feminino
1984
Cecita de O Boticario
Cecita O Boticario Feminino
Classic de O Boticario
Classic O Boticario Masculino
2008
Crazy Feelings de O Boticario 
Crazy Feelings O Boticario Feminino
1985
Dreams de O Boticario
Dreams O Boticario Feminino
1981
Eros de O Boticario
Eros O Boticario Masculino
1982
Free de O Boticario
Free O Boticario Compartilhável
1985
Innamorata de O Boticario 
Innamorata O Boticario Feminino
1983
Insensatez de O Boticario
Insensatez O Boticario Feminino
2001
Kalanit de O Boticario 
Kalanit O Boticario Feminino
1985
My Love de O Boticario 
My Love O Boticario Feminino
1983
Rhea de O Boticario
Rhea O Boticario Feminino
2005
Royalty de O Boticario 
Royalty O Boticario Feminino
2005

Sienna de O Boticario 
Sienna O Boticario Feminino
1988
Spirit of Flowers de O Boticario
Spirit of Flowers O Boticario Feminino
1993
Tuareg de O Boticario 
Tuareg O Boticario Masculino
1993

Vetiver Brasil de O Boticario
Vetiver Brasil O Boticario Masculino
2006

Yang de O Boticario
Yang O Boticario Masculino
1991

Zingara de O Boticario
Zingara O Boticario Feminino
1986
entre outros


É OU NÃO É UMA QUANTIDADE IMENSA DE DESCONTINUADOS. ISSO FAZ DA EMPRESA UMA DAS CAMPEÃS EM RECLAMAÇÕES NESSE SEGMENTO.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE O QUE VOCÊ ACHOU DA NOSSA MATÉRIA!