VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

domingo, 1 de maio de 2016

Entrevista com Mark Buxton

04/22/16 08:17:33

Mark Buxton é um perfumista que começou sua carreira quando tinha 21 anos. Tudo aconteceu por acidente: durante um programa de TV, Mark e um amigo tinham de adivinhar 5 perfumes, e eles perderam. Esse foi seu primeiro impulso para olhar para os perfumes com mais atenção.
Após terminar a escola de perfumaria Haarmann & Reimer, ele criou perfumea para Alain DelonBurberryCartierGivenchy, etc. Contudo, seu maior sucesse, se perguntarmos aos perfumistas, foi trabalhar nos perfumes de Comme des Garcons,biehl.parfumkunstwerkeSillage, e em sua própria marca Mark Buxton Perfumes.
Sergey Borisov: Mark, da última vez que falámos na Esxence 2015, você disse que estava lançando uma nova fragrância para a marca Mark Buxton. E eu vim ver o que é.
Mark Buxton: Sim, eis o novo perfume, A Day In My Life. E é a última fragrância na minha coleção Mark Buxton Perfumes.
Sergey Borisov: Porque decidiu completar o trabalho na coleção Mark Buxton Perfumes? Você começou há pouco tempo, em 2012?
Mark Buxton: Bem, eu acredito que 8 fragrâncias numa coleção de nicho são suficientes. Não se pode esticar uma coleção para sempre, todas aquelas coleções longas são ridículas, e eu decidi parar.
Sergey Borisov: Alguma emoção nesta decisão, arrependimento ou felicidade?
Mark Buxton: Não tenho emoções especiais em relação a isso, é apenas uma decisão inteligente. Uma espécie de fascínio por uma coisa nova que estou agora a começar, um novo capítulo na minha vida.
Sergey Borisov: Enão o que vai fazer com isto?
Mark Buxton: Não vamos lançar mais perfumes nesta linha, mas desenvolveremos o lado comercial da marca. Vamos trabalhar na distribuição da marca, abrir em novos países e pontos de venda. Talvez pudéssemos desesenhar toda a coleção, mas não para já. Enquanto a coleção tiver o meu nome, gostaria de mantê-la sob a minha direção criativa e supervisão.
Sergey Borisov: Alguns perfumes anteriores tinham nomes citados a partir de canções famosas, como Emotional RescueSexual Healing, e Devil in Disguise… A Day in My Life é uma linha popular em canções, por exemplo, The Beatles e Five Fingers Death Punch a usaram…
Another day in my life I live and die by the knife I swear there's nothing inside
Sometimes I wish it would end How many hands could I shake

How many smiles must I fake How many miles till I break
To start all over again
That's not what I was promised
That's not me.
“A Day In My Life” de Five Fingers Death Punch
Woke up, fell out of bed, 
Dragged a comb across my head 
Found my way downstairs and drank a cup, 
And looking up I noticed I was late.
Found my coat and grabbed my hat 
Made the bus in seconds flat 
Found my way upstairs and had a smoke, 
Somebody spoke and I went into a dream.
“Day in a Life” de John Lennon
Mark Buxton: Bem, desta vez não era o nome de uma canção. Era apenas um dia na minha vida, um dia qualquer na minha vida. De fato, a fragrância foi criada há muito tempo, em 2002, e esteve a hibernar este tempo todo no meu caderno. E eu poderia fazê-la em qualquer dia, é a minha típica fragrância de rosas. A minha rosa é feita de três diferentes tipos de pimenta…
Sergey Borisov: (rindo): Sim, isso é tipicamente Mark Buxton!
Mark Buxton: (continua): …e três tipos diferentes de matérias de rosa (óleo, absoluto e concreto), mais sândalo, patchouli e amíscar… É a fragrância dedicada à única flor, a rainha das flores, A Rosa. Não é uma rosa normal, é uma Rosa do Espaço Sideral, futurista, única, torcida, surpreendente, moderna, vibrante, sensual e profunda! É a suprema flor num novo contexto.
Sergey Borisov: Quando a cheiro, outra rosa verde e do outro mundo de Comme des Garçons 3 aparece em minha mente… A rosa transparente e fresca que se esconde por detrás de especiarias e ervas… Existem algumas semelhanças?
Mark Buxton: A assinatura Mark Buxton, talvez? Criei ambas, por isso elas devem ter um sentimento em comum.
Sergey Borisov: Desculpe a pergunta, mas o que pensa sobre o tempo de vida de uma marca? Quanto tempo vivem as marcas de nicho?
Mark Buxton: Se as pessoas amam a marca e continuam comprando as fragrâncias, então a marca deverá viver. Quando o amor se acaba, a marca morre.
Sergey Borisov: Na última vez que nos encontrámos contou-me acerca de um novo projeto de perfume que estava começando com Bertrand e Geza? Qual é o projeto? Está pronto?
Mark Buxton: Sim, é o projeto chamado Renegades! Está sendo apresentado na Esxence-2016 pela primeira vez. Todos nós – Geza SchoenBertrand Duchaufour, e eu – somos perfumistas que deixaram as corporações de perfume para nos tornarmos perfumistas independentes, por isso o nome do projeto surgiu naturalmente. Cada um de nós fez um perfume para o projeto, sem quaisquer briefings, avaliadores ou reuniões. Vamos cheirá-los todos!
…E então fomos para o stand e cheirámos tudo, e os perfumes Renegade eram tão bons e cheiravam a assonaturas olfativas dos perfumistas, mas essa é outra estória.
Notas de topo: Shinus Molle, Mandarina, óleo de Rosa;
Notas de coração: Elemi, Lírio do Vale, absoluto de Rosa;
Notas de base: absoluto de Cistus, Patchouli, Sândalo, concreto de Rosa.
Fotos da Esxence: Jane Wonder

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE O QUE VOCÊ ACHOU DA NOSSA MATÉRIA!