VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Mademoisele l'eau très belle de azzaro (2017)






Confesso que não caí de amores por ele até as temperaturas começarem a cair. No inicio achei muito frutado em um floral com notas gourmand enjoativas. Duas coisas me fizeram voltar atras e dar uma nova chance a esse fofinho. A perfumista e a nota de macarrons. Karine Dubreiul é uma paixao a parte quando o assunto é perfumes. Ela é adaptavel mas nunca aos extremos, sempre criando algo que pode fazer a diferença. Quem nao se lembra é só conhecer meus amados Gucci II, vanille e narcise e todos os maravilosos trabalhos para a L'occitane. Quanto a nota de macarrons, enfim, quem acompanha o mundo dos perfumes sabe que ela ganhou um espaço consideravel nos ultimos anos. Muitos ligam essa fragrância a la tentacion de Nina ricci, lançado em 2014 porem a nota é bem mais antiga, os primeiros registros aparecem antes da primeira fragrancia registrada  em 2008 ( que foi em Un Jour a St-Jean-de Luz de Parfums et Senteurs du Pays Basque. Perfume que ainda nao tive oportunidade de conhecer). Mesmo assim foi nas maos de Cresp que a nota tornou-se simbolo do melhor das fragrâncias gourmand.
Essa junção me proporcionou novos olhares sobre esse azarro. Recebi em um dia de sol sufocante. Passei uma gota pois nao curti o frasco nem a cor. Eu nao tinha  em mãos mas nao gostei nem da propaganda no catálogo. Imediatamente extendi o pulso , pinguei uma quantidade ínfima de perfume e usando de todo meu preconceito pensei: não gostei!
Em alguns minutos eu retornei a fragrância e achei aguada, adocicada, muito floral e gourmand de dar náuseas.
Guardei o fraconete e passei para outro perfume (definitivamente ele nao era algo que me agradasse).
A pouco mais de uma semana, conversava com um colega sobre o novo Zara masculino (que é muito bom diga-se de passagem) e fui fuçar no que estava guardado. Peguei o fraconete desse azzaro e coloquei no bolso da bermuda. Tirei minhas consideraçoes sobre un catatau de perfumes Zara que estavam guardados em algum lugar além da imaginação e recolhi tudo ( estou passando por um momento em que prefiro nao me ligar em perfumes já que é muito difícil usa-los. 
Sentado a mesa , no dia de hoje, muito mais fresco, notei que existia uma moeda de 1 real e um fraconete. Tratei de guardar a moeda (ja que a recessao nao tem hora para acabar) e coloquei um pouco do perfume no antebraço.  Enquanto fazia uma coisa e outra comecei a sentir o aroma de Jeunesse , um perfume que muito me agrada ( se nao me engano é do Robert Piget). A fraguancia criada por Guichard tem um bouquet floral classico que se mistura a notas frutais vívidas e notas gourmand onde o macarrons acompanha toques de adistringencia frutal que muitas vezes é até um pouco selvagem. 
Minha mente viajou até 2013 e logo estava procurando onde teria sentido aquele aroma tao saudoso. Notei que era o perfume do pulso e ainda demorei um pouco pra chegar a conclusão de que era o Azzaro. Uma nota fria de violeta contrastou e eu senti algo saponaceo, lembrando a um sabonete Francis que senti no mercado( muito gostoso por sinal). Algo que lembrava ameixas e uvas misturadas a um adocicado enjoativo caracteristico de uma fragrância que nao me agrada nem um pouco, o que vim a identificar como caramelo. 
A perfume desapareceu como magica após uma quantidade de sândalo e jasmim bem legais ter ganhado contorno.
Voltei e experimentei outra vez. O calor tomava conta de tudo e a composiçao outra vez me agradou pouco. 
Agora , fim de tarde , ela esta retilinia e lembra ainda mais Jeunesse. Como estou afastado da redaçao do Blog por motivos de saúde resolvi pegar meu celular e escrever a minhas queridas leitoras sobre Mademoisele l'eau très belle de azzaro. Uma fragrancia que poderá agradar muito quem gosta do estilo jovial, levemente selvagem e pouco invasivo. Confesso que essas mudanças nao foram algo que me deixou ansioso em compra-lo porém acho que esse perfume merece ser conhecido e melhor avaliado mesmo por que ainda precisarei de um tempo consideravel para digeria a proposta ( algo que aconteceu em eclat de arpège da mesma perfumista, um floral frutado que eu comecei a gostar quando estava acabando).
Peço desculpa aos amigos pelos erros de escrita que possam ocorrer nessa postagem  ja que escrever artigo em celular ruim é algo que poucos conseguem!
Até a proxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTE O QUE VOCÊ ACHOU DA NOSSA MATÉRIA!